roberto-carlos-datasA lorota do “Boi Gordo” demorou dez anos, depois de decretada a falência, até que a Justiça confirmou que 32 mil crentes em ter lucros de 40% ao ano sifu. O boi não existia, mas sim uma pirâmide tipo castelo de areia. O técnico Felipão foi um dos que acreditaram na xavecagem e jogou fora mais de 2 milhões. Depois ficam reclamando do Roberto Carlos. Ele ganhou R$ 25 milhões para olhar um bife da Friboi. Se fosse um boi ou toda a boiada poderia até se aposentar. (Zé Beto, o desblogado)

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em alceu dispor, Boi e boiada, Cartunista Solda, Roberto Carlos Friboi, solda cáustico, Zé Beto - o desblogado e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta