A frase tem dono!

A Fundação Cultural de Curitiba cometeu uma barbaridade. O cartaz produzido para a ‘Oficina de Música’ que acontece em janeiro tem uma frase bolada há dois anos pelo cartunista Solda e que ilustra toda semana a chamada para o programa “Radiocaos”, que vai ao ar em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. “Entra por um ouvido e não sai pelo outro” virou slogan e é uma criação que, no mínimo, merecia pedido de autorização para ser usada e, claro, o devido crédito, apesar de ter sido colocada a palavra música no início da frase. Ainda dá tempo de se reverter essa patuscada. Confiram a cópia e o original:maringas-cartazFoto de Newton Maringas Macielradiocaos zé betoLuiz Solda – Blog do Zé Beto

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em 31ª Oficina de Música de Curitiba, A frase tem dono!, Entra por um ouvido e não sai pelo outro, Fundação Cultural de Curitiba, Patuscada!, radiocaos, zé beto e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta