Abaixo assinado contra a censura

Bred Pinto, Xana, Asterisco, Teta, Xibiu, Capô de Fusca, Mandioca, Vara, Benga, Bacurinha, Xota, Perereca, Tronco, Brioco, Barrigudinha, Cacete, Membro, Manjubinha, Buceta, Manjubão, Xulipa, Pica, Peitoquinha, Fiofó, Dita- Cuja, Pichoca, Vagina, Greta, Pinto, Piroca, Buça, Cona, Xavasca, Cu, Glande, Pingola, Bingolim, Bráulio, Pirarucu, Cabeluda, Xibiu, Zona do Agrião, Piupiu, Linguiça, Barbada, Aranha, Gurizão, Perseguida, Metido, Rosca, Catatau, Piça, Dengoso, Traseiro, Grandes Lábios, Olhota, Saco, Bacurinha, Safada, Jeba, Ursa Maior, Durango, Pimba, Pepeu, Aneloide, Redondo, Amiguinha, Rego, Bate-palma, Fedegoso, Rola, Abre-alas, Ardido, Mama, Estandarte, Edí, Toba, Quentinha, Bibelô, Peru, Cipó, Grego, Biqueta, Aneloide, Seu Rugoso, Furunculo, Pingola, Maminha, Seu Orifício, Retaguarda, Anilha, Pombinha, Beringela, Seio, Lindinha, Roleta, Semi-ereto, Bacurinha, Tulambe, Proxaska, Bandida, Boca banguela, Benedita, Siliconada, Preciosa, Dona Aureola, Rabiola, Ardida, Bozó, Pênis, Dona Gruta, Bronha, Xoxota, Raba, Pepino, Jereba, Boce Ta bem?, Curió, Barroca, Cajado, Peitola, Assadinha, Testa-larga, Bufador, Belinguéu, Almofadinha, Pinto, Concha, Salpicão, Rulinha, Triângulo, Picole, Vulva, Suadinha, Chapuleta, Birosca, Guerreira, Ânus, Careca, Babona, Rabo, Transada, Zoinho, Saradão, Prechereca, Gulosinha, rodela, Perestroika, Loló, Assoviador, Pirocão, Jurumba, Batcaverna, Coluna-do-Meio, Lado B, Bicho-peludo, Piroca, E o bambú?, Baratinha, Abrigo, Sapeca, Porra, Beicinha, Talo, Socador, Pastel de pelo, Ariranha, Pinguelo, Cabaça, Oráculo, Xinxa, Rabicó, Repartida, Rodela, Pisca-pisca, Nabo, Pau, Furiquete, Bebete, Tora, Picasso, Boneca, Cheio-de-veia, Zueiro, Manjolo, Xulapinha, Alexandre, o grande, Xoroca, Binbadeira, Anfitriã, Pau-mole, ABCeta, Rozeta, Bastão, Porta dos Fundos, Mijão, Bigorna, Furículo, Reto, Brejereba, Suprema, Cabeção, Caceta, Chulapa, Santinha, Croquete, Djeba, Seu Posegeme, Forévis, Topetuda, Dito-cujo, Giromba, Hulk, Pororoca, Pica das galáxias, Rolândia, Jamanta, Jequitibá, Magaiver, Manjuba, Trator, sulanha, Pussy, Arrochadinha, Amigão, Prexureca, Pessegueiro, Poderosa, Sheilinha, Palmitão, Beicinho-rosado, Pikashu, Xororó, Vergalhão, Tronzoba, Predadora, Toco, Saroba, Rojão, Passaralho, Pirombeta, Clementina, Abençoada, Abacurel, Aconchega, Beiçolinha, Bolacha da Nona, Xuxa, Xoxonha, Vitaminada, Tunel do Tempo, Heroina, Tchuchuca.

0utubr0|2017

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Tati Bernardi - Folha de São Paulo e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta