Alhures do Sul

Oscar Niemeyer, expoente internacional da arquitetura moderna, morre aos 104 anos. Desenho de Fernandes

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Alhures do Sul, Oscar Niemeyer e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Uma resposta a Alhures do Sul

  1. Solda disse:

    Amigos: eu sempre deixei claro que Niemeyer era o único sujeito que eu ainda admitia ser comunista no mundo. Mas somente até os 105 anos. Não deu. C’est la vie.

Deixe uma resposta