André Mendonça tenta resgatar imagem de bom moço

No alvo do Supremo hoje por causa do dossiê contra antifascistas, André Mendonça resolveu escalar o delegado Thiago Marcantonio – que substituiu o coronel Libório – para uma operação de relações públicas.

Ele chefiará um grupo de trabalho que criará uma nova política de inteligência na área de segurança pública, que considere os direitos e garantias fundamentais previstos na Constituição.

Mendonça ainda acha que engana alguém.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em o antagonista e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta