Bah, tchê!

O lançamento do álbum Pago Pra Ver é hoje, 24/10, às 19h, na sede do IEL. Para quem não puder comparecer, haverá um segundo lançamento de Pago Pra Ver: na 58ª Feira do Livro dia 7/11, às 18h. E nessa mesma data, às 16h, mesa em homenagem ao Canini no Santander Cultural, com participação do Goida (mediador), Edgar Vasques, Fraga, Lancast, Luis Fernando Verissimo e Santiago, além, é claro, do ilustre homenageado. O projeto Pago Pra Ver nasceu da iniciativa do IEL e teve o envolvimento do trio Rodrigo Rosa/Zimbres/Fraga, que fizeram a seleção do material. O Zimbres tocou o projeto gráfico e o Fraga editou e prefaciou, com loas do LFV na contracapa. A CORAG entrou de parceria com o IEL e tratou da produção e impressão. Canini já está em Porto Alegre e ficará entre nós até meados de novembro. Vamos promover um jantar comemorativo. Aguardem convite por adesão. Abrações gerais, Fraga.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Cartunista Solda, livros, tchê! e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta