Biblioteca homenageia as poetas paranaenses no Mês da Mulher

Helena Kolody, Luci Collin e Priscila Merizzio. © Divulgação

Ao longo do mês de março, a Biblioteca Pública do Paraná promove uma ação nas redes sociais e no site da instituição para homenagear as mulheres. A partir desta quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, serão divulgados vídeos com a produção de dez poetas nascidas ou radicadas no Estado. A atriz Kellyn Bethania lê, em diversos pontos da Biblioteca, poemas de Adélia Maria Woellner, Ana Guadalupe, Bárbara Lia, Célia Musilli, Greta Benitez, Helena Kolody (1912-2004), Júlia da Costa (1844-1911), Karen Debértolis, Luci Collin e Priscila Merizzio. São poetas de diferentes gerações, residentes em Curitiba e no interior.

A atividade da BPP faz parte da programação do Mês da Mulher, série de eventos promovida pela Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) que visa à valorização da mulher nas áreas acadêmica, artística, cultural, pessoal e profissional. Mais informações sobre a programação pelo site www.cultura.pr.gov.br

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Poetas paranaenses e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta