Arquivo da categoria: Alice Ruiz

Alice, essa maravilha

Alice Ruiz, para quem não conhece as alices ruízes, é uma planta da família das violáceas, de estípolas foliáceas, sempre cercada de áureasalices e estrelas-da-manhã por todos os lados, cuja função é servir de alicerce para todos os aquis, deixando … Continue lendo

Publicado em Alice Ruiz | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Na Múltipla Propaganda – década de 80

Lee Swain, Moraes Moreira, Alice Ruiz, Paulo Leminski e Marília, década de 80. Foto de Dico Kremer

Publicado em Aftosas soldações, Alice Ruiz, Década de 80, Dico Kremer, Don Suelda del Itararé, Eu também estava lá - mas estava trabalhando, Lee Swain, Marília, Moraes Moreira, Múltipla Propaganda, nora drenalina, paulo leminski, prof. thimpor, solda, soruda, tempo | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Fala, Soldinha. Para abrir os serviços vai esta fotografia, feita durante a tournée dos Doces Bárbaros, em Curitiba, em 1976. A fotografia foi feita, com minha câmera, por Pedro Leminski. No sentido horário: Alice Ruiz, eu, Paulo Leminski, Gilberto Gil … Continue lendo

Publicado em Aftosas soldações, alberto melo viana, Alice Ruiz, Baiano, Curitiba - 1976, Doces Bárbaros, Gilberto Gil, Misteriosa moça francesa, nora drenalina, paulo leminski, Pero Leminski, Pleonasmos, solda, Soldades, soruda, tempo, tudo em geral, uia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

A despeito de Leminski: Polaco Oco ou Rascunho Casmurro?

Rascunho teve época nazista, com matérias que não se limitavam a comentar autores, queriam sua eliminação, como quando estampou em título garrafal: Sebastião Uchoa Leite insiste em fazer poesia: Para com isso Sebastião! Rejeitado pela reação ética de muitos leitores, … Continue lendo

Publicado em A despeito de Leminski: Polaco oco ou Rascunho Casmurro?, Alice Ruiz, anseios crípticos, Curitiba - cidade madrasta, Domingos Pellegrini, Don Suelda del Itararé, Jesus|Basho|Cruz e Souza|Trotsky, Jornal Rascunho, jornaleco do Punhetoff, nora drenalina, Pasche, Pasquim literário, paulo leminski, prof. thimpor, solda, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 8 comentários
Compartilhe Facebook Twitter

O novo Bandido

Foto de Vinicius Alves Entrevista ao repórter Cristiano Martinez, do Diário de Guarapuava 1.Vamos falar da nova edição de “Paulo Leminski: o bandido que sabia latim”, que será lançada em breve pela editora Nossa Cultura. O que esse livro tem … Continue lendo

Publicado em Alice Ruiz, Darcy Ribeiro, Don Suelda del Itararé, Entrevista ao repórter Cristiano Martinez - do Diário de Guarapuava, nora drenalina, O Bandido Que Sabia Latim, O Pasquim, paulo leminski, prof. thimpor, solda, solda cáustico, soruda, toninho vaz, Torquato Neto | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Veja-se!

Alice Ruiz está certa ao afirmar, no documentário, que “Era muito difícil ser Itamar Assumpção”. E eu fiquei emocionado ao vê-lo, doente, cantar, à capela, Dor Elegante, de Paulo Leminski. Bah! Solda

Publicado em Alice Ruiz, Cartunista Solda, Daquele Instante em Diante, Documentário, Don Suelda del Itararé, Dor Elegante, Itamar Assumpção, paulo leminski, Rogério Velloso, solda cáustico, Veja-se! | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Maria Christina de Andrade Vieira e Alice Ruiz, FLIP, Paraty, no Casarão do Cunha, em mil novecentos e procol harum. Foto de Vera Solda

Publicado em Alice Ruiz, Cartunista Solda, Casarão do Cunha, Flip, Maria Cristina de Andrade Vieira, Paraty, prof. thimpor, solda cáustico, soruda, tempo, vera solda | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Alice Ruiz

Apresentar uma exposição é quase como apresentar uma apresentação.  E isso, a princípio, não parece fazer muito sentido.  Apresentar o apresentado na exposição é ainda mais non-sense, pois se espera que a própria exposição cumpra essa função.  E, além de … Continue lendo

Publicado em Alice Ruiz, Múltiplo Leminski | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter