Arquivo da categoria: Proesilha

Todo dia é dia

troco sílabas pra me desvencilhar das palavras que eu não conheço troco vocábulos por ideias mirabolantes que só vieram agora quando deviam ter vindo antes muito antes solda  

Publicado em antena da roça, ideias mirabolantes, Proesilha, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 comentários
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

meu amor não é fácil nem difícil é apenas impossível como essa voz que me chama todas as noites em meu quarto vazio paulo vitola

Publicado em Coração de Aladim, paulo vitola, Proesilha, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em alceu dispor, Imprecisa Premissa, O Banidido que Sabia Latim, paulo leminski, Paulo Leminski Filho, Proesilha, solda, Solda Cáustico, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Getty Images Ela foi encontrada! Quem? A eternidade. É o mar misturado Ao sol.   Minha alma imortal, Cumpre a tua jura Seja o sol estival Ou a noite pura.   Pois tu me liberas Das humanas quimeras, Dos anseios … Continue lendo

Publicado em Arthur Rimbaud, Getty Images, Luiz Antonio Solda, Petit pois, Pois é poesia pois é, Proesilha, soruda, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Eu à poesia só permito uma forma: a concisão, precisao das fórmulas matemáticas. Às parlengas poéticas estou acostumado, eu ainda falo versos e não fatos. Porém se eu falo”A” este “a” é uma trombeta-alarme para a Humanidade. Se eu falo … Continue lendo

Publicado em 1922, Augusto de Campos, Cartunista Solda, Poesia russa, Proesilha, solda cáustico, Todo dia é dia, Wladimir Maiakóvski | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Veja-se!

Publicado em Cartunista Solda, Grande Garagem Que Grava, Proesilha, radiocaos, Solda Cartunista, Todo dia é dia, Veja-se! | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Interludes (9)

Urania You are the First and shall also be the Last This virtue none of your sisters can claim You are Zeus´ only daughter That is at the same time his mother You encircle the thousand worlds That equal Earth … Continue lendo

Publicado em Cartunista Solda, Interludes, Octavio Camargo, Proesilha, solda cáustico, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ova-se!

Publicado em ova-se!, Proesilha, radiocaos | Com a tag , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter