Desembargador foi filiado ao PT

Por 19 anos, o desembargador Rogério Favreto foi filiado ao PT. Entrou no partido em 1991, em 2010 quando virou juiz saiu da sigla. No currículo, estão diversos cargos em governos petistas e chegou ao TRF-4 nomeado por Dilma Rousseff. Ano passado, votou para que o juiz Sergio Moro fosse investigado em processo disciplinar.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido, não tem graça." Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Fábio Campana - Política|cultura e o poder por trás dos panos e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta