O DONO do Podemos, senador Álvaro Dias, deslancha o processo de inconstitucionalidade do juiz de garantias. O Cidadania assume como titular do processo, com advogado assinando.

Não importa o nome do causídico, se lá no meio da petição houver um “a nível de”, um “conje”, ou um “pede deferimento” esganiçado serão as digitais de quem escreveu, revisou e inspirou.

Você conhece o dono da mão: é o garoto-maravilha do senador Álvaro Dias. Jair Bolsonaro, quando concordou com o juiz de garantias, tirou do rapaz as garantias que lhe prometera para se eleger.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Rogério Distéfano - O Insulto Diário, Sem categoria e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta