Hoje, Marcio Renato dos Santos autografa Mais laiquis

mais-laiquis-com-fotoEvento acontece no Museu Guido Viaro, em Curitiba, a partir das 18h25

Marcio Renato dos Santos autografa Mais laiquis, o seu mais recente livro de contos, hoje no Museu Guido Viaro, em Curitiba, a partir das 18h25. A proposta literária do autor se revela no título, referência à prática de dar likes em postagens no Facebook e no Instagram. Mais do que mencionar a atitude, incorporada por alguns personagens, os textos literários discutem o sucesso e a necessidade de obter visibilidade quase em tempo real.

A escritora Maria Valéria Rezende assina o texto de apresentação de Mais laiquis, e pergunta: “Sem isso (a obrigatoriedade de ser visível), o que resta do sujeito hoje em dia? Tudo invencionice de escritor, ficcionista? Mas, então, por que esse desconforto que se insinua durante a leitura desses contos? Será possível escapar da teia, antes tarde do que nunca?”.

Muitos personagens de Mais laiquis estão, de fato, em busca de visibilidade. É o cantor da banda punk em decadência, o curador da mostra em cartaz no museu, o artista múltiplo que anuncia abandonar a arte, o encenador de peças que amava as amigas da esposa ou o sujeito que compra, e publica em seu nome, textos de um anônimo. Há aqueles que odeiam, engordam, pedalam, invejam e fazem de tudo para tornar o adversário, real ou imaginário, invisível. E, em meio aos 13 contos deste livro, também há os que não sabem se estão vivos, mortos ou dentro de um pesadelo.

Publicado pela Tulipas Negras, Mais laiquis é o quarto livro de contos de Marcio Renato dos Santos. O escritor curitibano estreou em 2010 com Minda-Au (Record), em 2013 a Travessa dos Editores viabilizou Golegolegolegolegah! e ano passado o autor publicou, pela Tulipas Negras, 2,99 – além de ter escrito, a convite da Casarão do Verbo, o Dicionário amoroso de Curitiba (2014), com verbetes sobre a capital do Paraná.

Serviço: Mais laiquis, livro de contos de Marcio Renato dos Santos. Lançamento dia 8 de abril, quarta-feira, a partir das 18h25, no Museu Guido Viaro (Rua XV de Novembro, 1.348, Curitiba – Paraná). Mais laiquis tem 80 páginas, custa R$ 40 e o ISBN é 978-85-917171-1-8 O livro já está disponível nas Livrarias Curitiba, nas lojas e pelo site: www.livrariascuritiba.com.br. Projeto gráfico: Clarissa Martinez Menini. Desenho da capa: Allan Sieber

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Allan Sieber, Clarissa Martinez Menini, Diicionário Amoroso de Curitiba, Foto de Kraw Penas, Marcio Renato dos Santos autografa Mais laiquis, Mind-Au (Rrecord), Museu Guido Viaro, Travessa dos Editores, Tulipas Negras e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta