As crianças do Dr. Korczak

O filme conta os últimos dias da vida do lendário pedagogo polonês Janusz Korczak e a sua heróica dedicação para proteger órfãos judeus durante a guerra. O médico Henryk Goldszmit, conhecido também como Janusz Korczak, é um homem de princípios elevados. Ele não tem medo de gritar com oficiais nazistas e freqüentemente tem que ser convencido a salvar sua própria vida. Seu orfanato, criado em uma escola no acanhado gueto de Varsóvia, fornece abrigo para 200 crianças. Coloca os seus métodos educativos experimentais em prática, instalando uma espécie de auto-governo das crianças, cuja justiça fazia um grande contraste com o que acontecia no mundo exterior. Bem na frente da escola, dezenas de crianças estão morrendo ou sendo mortas todos os dias e os seus corpos nus se encontram abandonados na rua. O prefeito do gueto garante que os orfãos de Korczak serão salvos. No final ele se recusa a aceitar um passaporte suíço e embarca no trem para Treblinka com seus órfãos.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em As Crianças do Dr. Korczak e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta