Leia-se!

Um jardineiro rebelde se apaixona pela coxa esquerda de uma galinha servida durante o jantar. Cantídio, amante de Mãe Joana, desconfia de tudo e resolve investigar. “O Sexo Na Casa de Mãe Joana” é uma trama intensa, onde impera o ódio, demonstrando a impotência do ser humano diante de uma galinha bem temperada.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo “Se não for divertido, não tem graça.” Contato: luizsolda@uol.com.br

Esta entrada foi publicada em Academia Paranaense de Letraset, Cartunista Solda, leia-se!, O Sexo na Casa de Mãe Joana, Os livros do Prof. Thimpor, solda cáustico e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Uma resposta a Leia-se!

  1. Soruda, você é único! E o Prof. Thimpor é um labirinto de descobertas a cada palavra concatenada (eheheh).

Deixe uma resposta