Musas

isabella-rossellini-2Grosby Group

Isabella Rosselini, brilhante em Late Bloomers – O Amor Não Tem Fim – filme francês dirigido por Julie Gavras, 2011. Casados há 30 anos, Mary (Rossellini) e Adam (William Hurt) passaram mais da metade de suas vidas juntos, criando os filhos e aguardando a chegada de uma fase mais tranquila. No entanto, percebem que estão envelhecendo e começam, cada uma à sua maneira, a enfrentar essa nova realidade. Adam vê sua carreira e situação financeira não serem tão prósperas como antes e Mary começa a apresentar indícios de demência. Solda

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Cinema francês, Isabella Rossellini, Julie Gavras, Late Bloomers, Musas, O Amnor não tem fim e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Uma resposta a Musas

  1. Enzo disse:

    Isabella Rossellini, envelhecendo com dignidade. E sempre bela.
    Sem silicone e sem botox. Beijaço, Usabella!

Deixe uma resposta