Nise Yamaguchi pede desculpas e diz ter sido mal interpretada


A médica Nise Yamaguchi, afastada pelo Hospital Israelita Albert Einstein, divulgou neste domingo uma nota em que pede desculpas “por expressões outras e interpretações errôneas sobre assuntos sensíveis ao grande sofrimento judaico”.

Nise diz que seus comentários, feitos em uma entrevista à TV Brasil, foram “objeto de interpretações não condizentes com suas convicções, foram manifestadas no intuito de expressar a maior dor que ela conhece”.

Como publicamos, o hospital justificou o afastamento da médica em razão de uma “analogia infeliz e infundada entre o pânico provocado pela pandemia e a postura de vítimas do Holocausto”.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em o antagonista e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta