Ratinho Jr comeu cru

Ruth Bolognese – Contraponto

Na ânsia de mostrar que tem o apoio do senador Alvaro Dias e seu Podemos, o candidato Ratinho Jr. fez o papel do apressado que come cru.

Depois de divulgar a adesão do Podemos como se fosse ordem do cacique-mor, com fotografia e tudo, teve que passar pelo vexame de ver tudo desmentido. E, pior, de ouvir o próprio Alvaro passar uma descompostura no funcionário público municipal de Ponta Grossa, Eliseu Chociai, autor do “apoio”.

Ligeireza em campanha é muito bom. Mas desde que combinado com os russos.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Ruth Bolognese - Contraponto e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta