Na tela

Nos arredores de Birmingham, na Inglaterra governada por Margaret Thatcher, a família Billingham vive à margem da sociedade, em um cotidiano de pobreza, negligência e sujeira. Baseado nas memórias do premiado fotógrafo transformado em diretor, Richard Billingham, de crescer em um lar desajustado, com um pai alcoólatra e os impactos que sua família deixou nele e no irmão mais novo.

Direção de Richard Billingham, Reino Unido, 2019, 1h48m, Ella Smith, Justin Salinger e Tony Way. Filme visto na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, em outubro de 2018.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Na tela e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta