Revelando O Contestado

Imagens do mais sangrento conflito social do Brasil nas lentes do fotógrafo sueco Claro Jansson. Brincadeira em SC. Década de 1910. Dois sertanejos fazem pose para o fotógrafo, mostrando como usavam os facões de madeira em combate. Esses facões eram utilizados no corte das ramas de erva-mate, num exercício que além de fortalecer os músculos (tinham que subir em árvores) dava agilidade para os caboclos no seu manejo, transformando-os em hábeis esgrimistas. Durante a guerra, levavam vantagem sobre os soldados na luta corpo a corpo.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Revelando o Contestado e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta