Jantares e generais – A garota não engole o Capitão, que a família adora e venera. Foi banida do jantar da família. Meu pai ficou um mês sem falar comigo quando o chamei de puxa-saco de general. Na ditadura o jantar era mais em baixo.

Sinal dos tempos – O coronel da reserva libera vídeo no You Tube chamando a presidente do TSE de corrupta para cima. Isso se chama sinal dos tempos.

Esses gaúchos! – Em plena era Bolsonaro os gaúchos elegem governador o prefeito de Pelotas.

Coitadismos O Capitão promete acabar com os “coitadismos de negros, gays, mulheres e nordestinos”. Nada sobre os coitadíssimos torcedores do Paraná Clube.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido, não tem graça." Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Rogério Distéfano - O Insulto Diário e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta