Hoje é sexta-feira. Dia da Maldade

Hoje é dia de lembrar que:

1) Governo Bolsonaro: Filhos, Generais, zero Cubanos, um Colombiano e um Assessor Suspeito
2) Governo Ratinho Jr: um Pai, um General, um Guto, um Estranho-Mineiro e um Ator Cômico
3) Pepe Richa pede absolvição sumária. O perigo é a Justiça atender com “prisão sumária”
4) A dúvida: Sérgio Moro é super ministro ou public relations de Onyx Lorenzoni?
5) Atenuante para corruptos no Brasil: tatuagem de arrependimento no braço
6) Beto Richa retornou da Europa. E retornar é bom ou ruim para Beto Richa?
7) Ratinho Jr resolveu o problema do próprio nome. Quem vai governar o PR é a Fundação Dom Cabral
8) O surto de bondade dos deputados passou rápido. Sobra do orçamento fica na Casa
9) Requião perdeu o Senado e o PMDB. Beto Richa perdeu a eleição, o PSDB e o sossego
10) O Brasil está falido, mas o Judiciário, as Forças Armadas e os Prefeitos estão rindo à toa

Coisa nossa:
Em Curitiba um ladrão mudo deu voz de assalto através de um bilhete. Deu tudo errado, foi preso, mas merece consideração: a escrita era quase perfeita.

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido, não tem graça." Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Ruth Bolognese - Contraponto e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta