Hoje é sexta-feira. É dia da Maldade

Hoje é dia de lembrar que:
1) A pergunta definitiva: com quantos fardados se faz um governo militar?
2) O custo da liberdade de Palocci é a queda definitiva do PT
3) Moro proibiu fotos dele comendo em restaurantes. Não quer ver brasileiro babando
4) O General na articulação política no Congresso: não basta concordar. Tem que fazer continência
5) O General na publicidade do Governo: o primeiro tiro a gente nunca esquece
6) O filho é do Bolsonaro, o boné é do Trump e o Brasil não sabe mais nem quem é!
7) As coisas nossas
a) O porquinho Toddy sumiu na capital e o dono avisou que não é alimento. Nada de Toddy até agora
b) Ladrões de Araucária convenceram uma vaca a entrar numa kombi? Mereciam levá-la
c) Guaratuba é o novo paraíso das celebridades: quem toma banho de mar, a prefeitura clica

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Ruth Bolognese - Contraponto e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta