Arquivo da tag: Dico Kremer

Menino Lechinski

© Dico Kremer Eu conheci o Jaime Lechinski jornalista. Aquele rapaz de fino trato e de texto leve, saboroso. Confesso que invejei muito de sua lavra. Com admiração, mas invejei. Pensava: eu queria ter escrito isso, com esse estilo direto, … Continue lendo

Publicado em Fábio Campana|Revista Ideias | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Toledo

Solda, no verão de 1985 em Toledo, Espanha, flagrei um colega fazendo umas fotos para publicidade num beco bem afamado. Abraços, Dico Kremer

Publicado em Toledo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Leo Stinghen

Solda, quando vi a fotografia da Leo (nides) Stinghen no seu blog lembrei-me de um fato já quase esquecido, perdido no fundo da memória. Lá pelos anos 1960 – provavelmente 1966 – do século que passou o Miranda (antes de … Continue lendo

Publicado em Leo Stinghen | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Paulo Leminski: o Poeta e o Templo. Década de 1970. Abraços, Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Lina Faria, Walter Franco e Raquel Machado Kremer, em algum lugar do passado. © Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Assim era, se me parece

Bar Rei do Siri – década de 1970, no lado direito da mesa: Miran, Gui, Marica, Sérgio Mercer e João Mídia. Eu devo ter ido ao banheiro ou já estava dormindo na cadeira. O resto não recordo (tem alguém batucando … Continue lendo

Publicado em Assim era - se me parece | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Lina Faria e o cartunista obsoleto que vos digita, em algum lugar do passado. © Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Não fosse Kurt e era um conto

© Dico Kremer Difícil associar Paulo Leminski ao Concurso Nacional de Contos promovido pelo Governo do Paraná, por intermédio da Fundepar, em fins da década de 1960. Foi esse o maior prêmio literário e o mais prestigiado concurso que a … Continue lendo

Publicado em Não fosse Kurt e era um conto | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Solda, depois de uma visita à tenebrosa Capela dos Ossos em Évora chegamos aos Cromeleques dos Almendres. 6.000 anos atrás já colecionavam menires (em algum lugar do passado). Abraços, Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

  A Justa razão aqui delira – Junho, 2015, Octávio Camargo, Teatro Novelas Curitibanas.

Publicado em tempo | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Pompéia

Solda, no distante verão de 1987, Sra. Dna. Carmen Lúcia, pacientemente em Pompéia, espera o trem vindo da Sicília em direção a Roma. Amplexos, Dico Kremer

Publicado em Pompéia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

The Voice

Solda, uma modesta homenagem ao grande Ivo quando privávamos de longos, engraçados, criativos, poéticos, musicais, etílicos, enfumaçados papos chez Leminski. Tardes imensas de domingos curtindo (coisa antiga!) juntos uma amizade fraterna com todos os que lá iam, a fugir da … Continue lendo

Publicado em The Voice | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Meditabundo

Amigo Solda, em 1987 fomos a Florença e não encontramos Dante, o Alighieri, em casa. Em Verona o encontramos numa praça, meditabundo. Abraços, Dico Kremer

Publicado em Meditabundo | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Dico Kremer

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Era Isso aí!

Dezembro, 1972. Revista Isso (Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba), Nelson Padrella, Solda, Rettamozo, Dico Kremer, Walmor Marcelino, J. Gaspar e outros super heróis, em plena Ditadura.

Publicado em Era Isso aí! | Com a tag , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Sandra, no colo de Vera Solda, o cartunista que vos digita, Zeca, o garçom, e Ernani Buchmann, no Bar Rei do Siri, década de 70. ©  Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Pau no Leminski

© Dico Kremer Ontem, Paulo Leminski faria 74 anos. Morreu há 30, quando tinha apenas 44 anos. Perdemos o polemista, poeta, escritor, tradutor, provocador. Além de outras qualidades e ousadia, como nesta foto de Dico Kremer. Eu o conheci em … Continue lendo

Publicado em Fábio Campana - Política|cultura e o poder por trás dos panos | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Solda, uma modesta homenagem ao grande Ivo quando privávamos de longos, engraçados, criativos, poéticos, musicais, etílicos, enfumaçados papos chez Leminski. Tardes imensas de domingos curtindo (coisa antiga!) juntos uma amizade fraterna com todos os que lá iam, a fugir da … Continue lendo

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Rua do Alecrim

Caro Solda, na Rua do Alecrim, do lado esquerdo de quem a sobe, pertinho da Praça Camões e de “A Brazileira” – onde há uma escultura do Fernando Pessoa, sentado e com uma cadeira vaga ao lado para os turistas … Continue lendo

Publicado em Dico Kremer | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter