Arquivo da tag: Dico Kremer

Sessão da meia-noite no Bacacheri

Onibaba. Japão, século XIV. Enquanto Kichi está na guerra, sua mãe (Nobuko Otowa) e sua esposa (Jitsuko Yoshimura) sobrevivem matando guerreiros desorientados e vendendo seus pertences. Quando a nora se encanta com um desertor, a sogra assume uma assustadora identidade … Continue lendo

Publicado em Sessão da meia-noite no Bacacheri | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Dico Kremer Fecho os olhos e suas pernas azuis cobrem-se de flores brancas que as minhas mãos continuam colhendo, colhendo, colhendo e, enquanto os mísseis lançam sua fúria sobre o Talibã e o marceneiro brande seu martelo contra as … Continue lendo

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Alice Ruiz e Leila Pugnaloni, em algum lugar do passado.  © Márcio Santos

Publicado em friends | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Retrato de amigo

Rogério Dias, em rápidas pinceladas. © Dico Kremer

Publicado em Retrato de amigo | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Barrio Gótico

Solda, numa tarde tórrida no Barrio Gótico em Barcelona Carmen Lúcia e eu entramos no botequim Los Picantes e nos entupimos de viño blanco heladito e pulpo a valenciana. O proprietário, Señor Urtiga y Basset, de maus bofes, nos tocou … Continue lendo

Publicado em Barrio Gótico | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Elas

© Denis Abruzzo

Publicado em elas | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Arquivos da Ditadura

Olá, Solda, tudo bem ? Envio um nu que fiz durante o período da ditadura militar. Já vinha censurado. Abraços, Dico Kremer, o estóico

Publicado em Arquivos da Ditadura | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Retícula sobre foto de Dico Kremer

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , | 1 comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Leo Stinghen

Solda, quando via a fotografia da Leo (nides) Stinghen no seu blog lembrei-me de um fato já quase esquecido, perdido no fundo da memória. Lá pelos anos 60 – provavelmente 1966 – do século que passou o Miranda (antes de … Continue lendo

Publicado em Leo Stinghen | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

James Joyce

Solda, num abril de 1987 eu e Luciano B. Dias, em Zurich, depois de uma curta viagem no teleférico (ou bonde, a memória prega peças) chegamos ao cemitério Fluntern. Nossa homenagem era ao inigualável James Joyce. Uma escultura de sua … Continue lendo

Publicado em James Joyce | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Sandra Solda no colo do cartunista que vos digita, Bar Rei do Siri, um dos melhores botecos da cidade, final da década de 70. © Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Era Isso aí!

Dezembro, 1972. Revista Isso (Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba), Nelson Padrella. Solda, Rettamozo, Dico Kremer, Walmor Marcelino, J. Gaspar e outros super heróis, em plena Ditadura. 

Publicado em Era Isso aí! | Com a tag , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Dico Kremer no atelier de Leila Pugnaloni, 2010.  © Toninho Vaz

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Leila Pugnaloni.  © Dico Kremer

Publicado em tempo | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter