Arquivo da tag: editora brasiliense

Triste Michel

“Não havia razão para Michel ficar triste naquela manhã (o patifezinho); todo mundo gostava dele (o canalha). Tinha toda a noite de um dia duro aquele dia, pois Michel era um dos Vigias de Olho de Falcão. Sua mulher, Bernnie, … Continue lendo

Publicado em Triste Michel | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

John Lennon

Eu tinha este livro. Habituado a emprestar para amigos, foi-se. E não voltou mais. Raridade, só encontrada em sebos. Tradução – transcriação – de Paulo Leminski. Editora Brasiliense, não recordo o ano. Um atrapalho no trabalho são dois livros de … Continue lendo

Publicado em john lennon | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Agora é que são elas…

6 Capítulo 17/Página 81 O mordomo irrompeu e anunciou: — O corpo está sendo velado na capela. E os senhores esenhoras presentes podem se servir a partir de agora. A voz de Norma ainda ecoava naquele salão, quando todos largaram … Continue lendo

Publicado em Agora é que são elas | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

A poesia marginal

A Flip homenageou este ano em Paraty a poeta Ana Cristina César, uma das figuras emblemáticas de uma geração poética concentrada no Rio e São Paulo. Eu daria como figuras também emblemáticas desses dois grupos Chacal, no Rio, e Glauco … Continue lendo

Publicado em A poesia marginal | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter