Arquivo da tag: manoel carlos karam

Tempo

Massao, Angeli e o cartunista que vos digita no Teatro Paiol, outubro, 1975, exposição “12 Desenhistas de Humor”, durante a temporada da peça “Bicho de Sete Cabeças”, de Manoel Carlos Karam. © Nélida Rettamozo, a Gorda

Publicado em Bicho de Sete Cabeças 1975 | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

1973|2020 – 47 anos – Logo by Rettamoso & Solda

Publicado em teatro margem | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Manoel Carlos Karam, no lançamento do livro Ultralyrics, de Marcos Prado, Travessa dos Editores, em algum lugar do passado. © Vera Solda

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

#mckaram

  “Karam foi, nos anos 70 provavelmente o nosso primeiro ‘Kerouac’ curitibano, responsável por muitos desmontes das estruturas que representavam para nós o que tanto queríamos derrubar para daí começarmos a conjugar sob outras regras.” Denise Stoklos, atriz, dramaturga e … Continue lendo

Publicado em MCKaram | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Manoel Carlos Karam

6ª feira da semana passada – 1972|Curitiba.  Apresentação do autor, contexto histórico, panorama sócio-cultural da cidade nas décadas de 1970 e 1980. Capa de Luiz Rettamozo. Quem procurar, acha.

Publicado em 6ª feira da semana passada | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Mural da História

Na década de 1980, recebi um e-mail de Ana Maria Bahiana, que estava organizando, para a Ediouro, a coleção Almanaque dos Anos 70, querendo saber o que aconteceu em Curitiba na época. Também queria que eu indicasse alguém para obter … Continue lendo

Publicado em mural da história | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

© Time|Life Marlon Brando, especialmente pelo filme inglês Night Comers – Os Que Chegam Com a Noite – 1971, de  Michael Winner, que poucas pessoas devem ter visto. Manoel Carlos Karam levou-me ao Cine Rívoli (lembram?) e simplesmente disse: “Marlon … Continue lendo

Publicado em meu tipo inesquecível | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

1973

Certificado emitido pela Censura Federal, em 1973, para a apresentação da peça Por Falar Nisso, do cartunista que vos digita, com Vera Prado, Lincon Willian e Warly Martins; direção de Alberto Centurião; iluminação de Beto Bruel. Teatro de Bolso, Praça … Continue lendo

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O sujeito oculto

© Glória Flüggel O diretor e autor de teatro, escritor, jornalista e publicitário Manoel Carlos Karam, que morreu de câncer em Curitiba, aos 60 anos, era uma daquelas figuras de quem a gente ouve falar todas as semanas mas só … Continue lendo

Publicado em O sujeito oculto | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Do baú

Itararé, 1964|1963. Álbum de figurinhas de “Os The Beatles”, como dizíamos eu e Manoel Carlos Karam. Álbum completo. Quaxquáx!

Publicado em Do Baú | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Vera Prado, Pasquale, reunião do Teatro Margem, década de 1970. © Beto Bruel

Publicado em tempo | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Regina Bastos (com Betina Bruel na barriga), Beto Bruel e Manoel Carlos Karam, 1974. Foto do cartunista que vos digita

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Mural da História

1973|2020 – 47 anos – Logo by Rettamoso & Solda

Publicado em mural da história | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Censura

José Maria Santos e Manoel Carlos Karam protestam contra a Censura, em frente ao Teatro da Classe, em algum lugar do passado. © Myskiciewicz

Publicado em Censura | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Desaforismos

Publicado em Desaforismos | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter