Arquivo da tag: manoel carlos karam

Ostras Parábolas

estas palavras sobre mim você pierre menard arnold schwarznegger fantasmas escombros betinho grandes sertões são petersburgo demi moore thelonius monk alan parker liberdade bhagavad-gita kundera privada sísifo manoel carlos karam georges perec bomba & brigite bardot estas palavras epitáfios poemas … Continue lendo

Publicado em ostras parábolas | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Sexta-feira da semana passada, por quem esteve lá

Década de 70. Acho que eu já estava morando na São Francisco, 50. Orgulhoso, ganhei um exemplar de Sexta-feira da Semana Passada, do Karam. Tomamos uma Wimi na Confeitaria Blumenau.

Publicado em Manoel Carlos Karam | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

“Sexta-feira da semana passada”, de Manoel Carlos Karam, será lançado hoje

Está marcado para hoje , sábado, a partir das 17:30h, o lançamento de “Sexta-feira da semana passada”, do autor catarinense, porém curitibano por escolha, Manoel Carlos Karam. Vencedor do Prêmio Cruz e Souza de Literatura, em 1995, trabalhou como jornalista … Continue lendo

Publicado em Manoel Carlos Karam | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Amanhã!

Está marcado para o próximo dia 28/04, sábado, a partir das 17:30h, o lançamento de “Sexta-feira da semana passada”, do autor catarinense, porém curitibano por escolha, Manoel Carlos Karam. Vencedor do Prêmio Cruz e Souza de Literatura, em 1995, trabalhou … Continue lendo

Publicado em Sexta-feira da semana passada | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

#mckaram

Publicado em #mckaram | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

mckaram

Publicado em Manoel Carlos Karam | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Década de 70

Beto Bruel. © Myskiciewicz | 1973|2018: Teatro Margem, 45 anos.

Publicado em Década de 70 | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

“Bloco de Anotações”, carnaval pra karamba!

Publicado em "Bloco de Anotações" carnaval pra karamba! | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Publicado em Manoel Carlos Karam | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Retícula sobre foto de Glória Flügel Jornal da Guerra Contra os Taedos – Resumindo: foi a guerra dos filhos da luz contra os filhos das trevas, ambos filhos da puta.  Manoel Carlos Karam (Rio do Sul, 1947 — Curitiba, 2007), … Continue lendo

Publicado em Já foi na Academia hoje? | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

“Poderia ser a notícia de jornal sobre o homem que foi matar a sede e morreu afogado”

© Glória Flüggel Alguns detalhes fornecidos pela notícia: o fato ocorreu no mato e no meio do mato havia samambaia, tamanduá, cachaça, bicicleta, diamante, cebola, peixe, ferradura, pedra, geada, repolho, goiabada, violão, urubu, mandioca, sabiá, barro, cipó, capim, papagaio, guaraná, … Continue lendo

Publicado em “Poderia ser a notícia de jornal sobre o homem que foi matar a sede e morreu afogado” | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

#mck

Publicado em #mck | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Alhures do Sul

Manoel Carlos Karam.  © Glória Flüggel

Publicado em Alhures do Sul | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Fabíula Nascimento, depois da leitura de Encrenca, de Manoel Carlos Karam, no ACT, Ateliê de Criação Teatral, Curitiba, em algum lugar do passado. © Vera Solda

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Manoel Carlos Karam, no lançamento do livro Ultralyrics, de Marcos Prado, Travessa dos Editores, em algum lugar do passado. © Vera Solda

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Censura

José Maria Santos e Manoel Carlos Karam protestam contra a Censura, em frente ao Teatro da Classe, em algum lugar do passado. © Myskiciewicz

Publicado em Censura | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Certificado emitido pela Censura Federal, em 1973, para a apresentação da peça Por Falar Nisso, do cartunista que vos digita, com Vera Prado, Lincon Willian e Warly Martins; direção de Alberto Centurião; iluminação de Beto Bruel. Teatro de Bolso, Praça … Continue lendo

Publicado em mINHA ORELHA | Com a tag , , , , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Teatro Margem

Década de 70. Alberto Centurião, Regina Bastos (grávida, Betina Bruel na barriga), o cartunista que vos digita,  Vera Prado e Manoel Carlos Karam. © Beto Bruel

Publicado em teatro margem | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Revista Ideias

Travessa dos Editores|Maio de 2017

Publicado em revista ideias | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Elas

Michelle Pucci. © Paula Morais

Publicado em elas | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter