Arquivo da tag: marcos prado

Tempo

Manoel Carlos Karam, no lançamento do livro Ultralyrics, de Marcos Prado, Travessa dos Editores, em algum lugar do passado. © Vera Solda

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Retícula sobre foto de Pablito Pereira todo dia encontro um artista novo eu escrevo, eu pinto, eu desenho, eu canto mas todos têm aquela cara de ovo trato-os humildemente mas com espanto isso não está escrito na cara deles não … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Black is black

Marco Antonio, o Black (1965|2013) © Maringas Maciel Música negra para o Black quero ser preto preto retinto da meia-noite até quinze para as cinco quero ser chamado de resto de incêndio raspa de chaminé quem disse que eu não … Continue lendo

Publicado em Marco Antonio Ferreira - Black | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Para Sérgio Camargo, em preto e branco

Publicado em negritude | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Retícula sobre foto de Pablito Pereira

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Marcos Prado

© Pablito Pereira O Marcos Prado era curitibano – pobre e beberrão. Imaginem o inferno que foi viver justamente na cidade mais conservadora do sul do cu do mundo. Aqui, para viver, artista tem que pedir por favor. Cidade má … Continue lendo

Publicado em marcos prado | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Marcos Prado, em algum lugar do passado. © Julio Covello

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

quanto mais estuda mais cavalo ele fica seu pai gastou tanto dinheiro para que ele fosse um poliglota como recompensa foi o primeiro a sentir o sabor da sua bota quanto mais estuda mais cavalo ele fica estudou teologia e … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zumbi dos Palmares

Para Sérgio Nascimento de Camargo, que deixou de ser negro para servir aos interesses do governo Bozoléu, como presidente da Fundação Palmares. 

Publicado em Zumbi dos Palmares | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Pablito Pereira o que ama e o que detesta um homem caminha rumo ao horizonte com uma calma que o faz driblar o passo isento de pensamentos e de cansaço sem com quem falar nem com quem conte outro … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Blecaute

Publicado em Blecaute | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Pablito Pereira se o corpo abandonar minha alma não tenha de mim uma ideia falsa não chore, mantenha a calma estou morto por minha causa cuidado: assim como sua mala o meu caixão não terá alça

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Merda Dream

© Pablito Pereira

Publicado em Merda Dream | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Odiário

Eu, o Marcos Prado, o Thadeu Wojciechowski, o Bira Oliveira e o Roberto Jubainski editamos dois números de um jornal chamado Odiário. Um dos colaboradores era o Paulo Leminski, entre criaturas do quilate de Luís Cláudio Oliveira, Aníbal Marques, Luiz … Continue lendo

Publicado em 30 anos sem Paulo Leminski | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter