Arquivo da tag: © Myskiciewicz

Piauí no Maranhão

Albert Piauhy em Tutóia, Maranhão. © Myskiciewicz

Publicado em Piauí no Maranhão | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Fica, Soledad Villamil

© Myskiciewicz Mulheres bonitas e inteligentes existem muitas mas são raras as que se pode dizer que têm uma beleza inteligente. Como é difícil explicar o que é isso, exatamente, passemos logo ao melhor exemplo atual do genero: Soledad Villamil. … Continue lendo

Publicado em Soledad Villamil | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

© Myskiciewicz

Publicado em O muro inteiro não vale o meu lar | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Myskiciewicz

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Quaxquáx!

© Myskiciewicz

Publicado em Quaxquáx! | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Um soco no ouvido da freira carmelita

© Myskiciewicz A tempestade lá fora aviva tudo o que se move: árvores vergadas ao chão. Schopenhauer ancora a barca Nautikon a um tronco de carvalho e retorna ao Hotel Sunset Boulevard, senta no parapeito do terraço que dá para … Continue lendo

Publicado em Um soco no ouvido da freira carmelita | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ninguém salva este país!

© Myskiciewicz

Publicado em Abelardo Ninguém | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Vampiro de Curitiba

– Casei com uma puta do Passeio Público. Tinha tanto piolho que, uma noite dormia de porre, botei um pó no cabelo dela. Dia seguinte, lavou a cabeça e ficou meio cega. Dalton Trevisan em sua campanha particular pelo Passeio Público. © … Continue lendo

Publicado em O Vampiro de Curitiba | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Como desemorcilhar morcilha

© Myskiciewicz Como dizia o enchedor de ampulheta diante da duna do dia: nem tudo é interessante. Não, não é. Mas pode-se falar de coisas desinteressantes com palavras inolvidáveis, que soem inesquecíveis. Ou por abordagens interessantes, ou de formas in-te-res-san-tes. … Continue lendo

Publicado em Como desemorcilhar morcilha | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

As namoradinhas do Prof. Thimpor

Beatriz e Clara, safadinhas. © Myskiciewicz Ana. Nosso romance terminou quando ela se entregou para um vendedor das Casas Pernambucanas. Atormentada pela traição, Ana fugiu para Alagoas três meses depois. Minha paixão por Ana durou até ela tentar vender minha coleção … Continue lendo

Publicado em As namoradinhas do Prof. Thimpor | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O apito

© Myskiciewicz Tudo o que o Mafra dizia, o Dubin duvidava. Eram inseparáveis, mas viviam brigando. Porque o Mafra contava histórias fantásticas e o Dubin sempre fazia aquela cara de conta outra. — Uma vez… — Lá vem história. — … Continue lendo

Publicado em O apito | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

© Myskiciewicz Eu sou um chato, vocês todos são uns chatos; este livro é um livro chato; o chato é um animal político; o revisor deste blog é um chato de galochas; leitor é um troço chato paca; não há … Continue lendo

Publicado em Chatos | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

© Myskiciewicz

Publicado em Faça propaganda e não reclame! | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

A vida como ela é

© Myskiciewicz

Publicado em A vida como ela é | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Patrícia Poeta Pfingstag.  © Myskiciewicz

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter