Arquivo da tag: o Turco

Snege

Publicado em Jamil Snege | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Eu, por ele

© Nélida Rettamozo, a Gorda Conheci Solda em 1622, numa pequena aldeia da Normandia. Ele se chamava então Geneviève e era uma encantadora moçoila de seus dezoito anos, rosto afogueado, cujo caso com um oficial inimigo provocara um escândalo sem … Continue lendo

Publicado em Eu por ele | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Conheci Solda em 1622, numa pequena aldeia da Normandia. Ele se chamava então Geneviève e era uma encantadora moçoila de seus dezoito anos, rosto afogueado, cujo caso com um oficial inimigo provocara um escândalo sem precedentes na história da província. … Continue lendo

Publicado em Já foi na Academia hoje? | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Alberto Melo Viana Penso em Wilson Bueno como um osso ao relento, nu e núbil como um osso a esmo. Osso que se bastasse de sua classe alvura, nu e núbil de sua própria lua. Osso que se recusasse … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

 © Daniel Snege Quando menino, nascido serra acima, o que mais eu desejava era o mar. Eu queria apenas o mar e mais nada — para nele desfraldar meus sonhos marinheiros. Fui crescendo e ampliando meus desejos. Uma casa junto … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Turco

© Myskiciewicz Conheci Solda em 1622, numa pequena aldeia da Normandia. Ele se chamava então Geneviève e era uma encantadora moçoila de seus dezoito anos, rosto afogueado, cujo caso com um oficial inimigo provocara um escândalo sem precedentes na história … Continue lendo

Publicado em O Turco | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Cruelritiba

Publicado em  O ano que acaba e o que começa, Cruelritiba | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Memórias de um sujeito com Alzheimer transitório

© Daniel Snege Década de 80. Recebo um telefonema de meu pai: “Luizinho, por que você não veio aqui em casa para comer aquele frango que combinamos? “Argumento que havia esquecido, muitos compromissos, etc”. E a conversa continua. Depois de … Continue lendo

Publicado em Memórias de um sujeito com Alzheimer transitório | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Daniel Snege Hoje sairei à caça de  lucros, exatamente como  o faço todos os dias.  Tentarei ser o mais astuto,  o mais sagaz, e a terra  tremerá sob meus pés.  No entanto, Senhor, vai  comigo um menino magrinho,  olhos … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia? | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Leia Jamil Snege

Ficção Onívora, a edição é de 1978, com programação gráfica do Jorge Menezes. Na foto da capa, o velho Esmaga (Alvino Cruz) comendo sucrilhos. 

Publicado em Leia Jamil Snege | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Cruelritiba

Publicado em Cruelritiba | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

18

Ontem, por uma fraqueza de caráter, resolvi separar as pessoas do meu convívio em dois blocos distintos – os bons e os maus. Que terrível, Senhor. Depois de muito ajuizar, os bons me fitavam com expressões demoníacas enquanto os maus, … Continue lendo

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Caretiba

Jamil Snege. Foto de Misquici Divez

Publicado em Caretiba | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter