Arquivo da tag: paulo leminski

Let’s play that!

Publicado em let's play that! | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Bandido Que Sabia Latim

É pura perda de templo tentar explicar por que o Templo das Sete Musas, sede do Instituto Neo-Pitagórico, pegou fogo na noite de 24 de agosto de 1987. A explicação é simples. Em 1907, Dario Vellozo, poeta, professor de philosophia, … Continue lendo

Publicado em O Bandido Que Sabia Latim, O Bandido Quie Sabia Latim | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Portfólio

Primeira edição do livro Anseios Crípticos, lançado pela Criar Edições, de Roberto Gomes, em algum lugar do passado.

Publicado em anseios crípticos | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Pasquim, 1989

“Você é um babaca, Jaguar”, eu disse pro espelho logo depois que li no jornal a notícia da morte de Leminski. “Um tremendo babaca.” Leminski foi um dos quatro porraloucas de gênio que conheci; os outros foram Hélio Oiticica, Armando … Continue lendo

Publicado em O Pasquim 1989 | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Três em um

Paulo Leminski, Rogério Dias e o cartunista que vos digita, 1980.  © Francisco Kava

Publicado em Três em um | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Pau no Leminski

© Tiago Recchia Conheci o Paulo Leminski em 1963. Eu, aluno do curso Abreu, me preparava para o vestibular de Direito, ele, professor de história e do que chamavam de cultura geral. Foi impressionante. A figura de cabe­los longos, voz … Continue lendo

Publicado em Pau no Leminski | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O que é que os outros vão dizer?

Cresci à sombra dessa frase-ameaça, símbolo / síntese/ totem da nossa (curitibana) pudicícia, timidez, excesso de respeito pela opinião alheia. Os outros são uma loucura. Tem um que. Tem um outro. Tem um que outro. E tem cada outro que … Continue lendo

Publicado em O que é que os outros vão dizer? | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Leminski by Josely Viana Batista

Hospedado em minha casa em Curitiba, no final dos anos 80 (nesta época ele morava em São Paulo, na casa da Fortuna), Leminski ficou amigo do chinês de uma pastelaria embaixo do prédio, com quem conversava de todas as maneiras … Continue lendo

Publicado em Leminski by Josely Viana Batista | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Não fosse Kurt e era um conto

© Dico Kremer Difícil associar Paulo Leminski ao Concurso Nacional de Contos promovido pelo Governo do Paraná, por intermédio da Fundepar, em fins da década de 1960. Foi esse o maior prêmio literário e o mais prestigiado concurso que a … Continue lendo

Publicado em Não fosse Kurt e era um conto | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Denegrindo a imagem?

Biografia não autorizada pela família. Editora Nossa Cultura, Toninho Vaz. © Américo Vermelho. Criação do cartunista que vos digita.

Publicado em O Bandido Que Sabia Latim | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Polaco lokopaka

Retícula sobre foto de Macaxeira Foi aí pelo inverno de 69 que a gente começou a se tratar de louco. E a enlouquecer para uma civilização que já era. Induced madness, loucura provocada, o furor como obra. No país, portas, … Continue lendo

Publicado em Polaco lokopaka | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Trio Elétrico

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Portfólio

1986. Anúncio da Exclam Comunicação. Fazíamos tudo no braço. Era tempo da letraset, cola de borracha, retícula, fotocomposição, máquina de escrever. Necas de pitibiriba de computador. Haja muque! Mas até que fazíamos direitinho, não é, Paulo Leminski?

Publicado em portfolio | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Bandido Que Sabia Latim

Paulo Leminski, num boteco da Barão de Limeira, São Paulo. © Marcos Barrero

Publicado em O Bandido Que Sabia Latim | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Mural da História

5 de fevereiro|2010 

Publicado em Charge Solda Mural | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Bandido Que Sabia Latim

Publicado em O Bandido Que Sabia Latim | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Bandido Que Sabia Latim

© Américo Vermelho …não é do meu hábito apresentar soluções comunitárias, mesmo porque eu, hoje, estou mais preocupado em salvar meu próprio nariz do naufrágio. O meu livro “Catatau”, que vai ser publicado em dezembro, dez anos após tê-lo iniciado, é … Continue lendo

Publicado em O Bandido Que Sabia Latim, soruda | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Herrar é umano (Paulo Leminski)



Publicado em Herrar é umano | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

A raposa é um animal esperto isto é um animal que se faz de esperto mas não é tão esperto assim porque um animal tão esperto não ia ficar por aí dando a impressão a todo mundo que é um … Continue lendo

Publicado em tempo | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter