Arquivo da tag: paulo leminski

C’esta la vie!

Publicado em C'esta la vie! | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Mural da História

Publicado em mural da história | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

O Pasquim, 1989

“Você é um babaca, Jaguar”, eu disse pro espelho logo depois que li no jornal a notícia da morte de Leminski. “Um tremendo babaca.” Leminski foi um dos quatro porraloucas de gênio que conheci; os outros foram Hélio Oiticica, Armando … Continue lendo

Publicado em O Pasquim - 1989 | Com a tag , , , | 2 comentários
Compartilhe Facebook Twitter

John Lennon

Eu tinha este livro. Habituado a emprestar para amigos, foi-se. E não voltou mais. Raridade, só encontrada em sebos. Tradução – transcriação – de Paulo Leminski. Editora Brasiliense, não recordo o ano. Um atrapalho no trabalho são dois livros de … Continue lendo

Publicado em john lennon | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Itamar de Assumpção – Tietê, 13 de setembro de 1949|São Paulo, 12 de junho de 2003.

Publicado em tempo | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Uma música com meu nome

© Toninho Vaz Meu pai, Paulo Leminski, sempre atribuiu a sua veia musical ao lado materno. Ele costumava dizer que a sua família era, em Curitiba, a de maior quantidade de músicos por metro quadrado. Nas festas de família, chegou … Continue lendo

Publicado em Uma música com meu nome | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Setembro, 2010. Cartaz sobre foto de Lina Faria

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

…por falar na Grécia

Publicado em ...por falar na Grécia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Poema meu terminado  pelo Bandido Que Sabia Latim, cuja caligrafia vocês devem conhecer de cor e salteado. Solda (1987)

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Helena Kolody (Cruz Machado, 12 de outubro de 1912/Curitiba, 15 de fevereiro de 2004) foi uma poeta brasileira. Seus pais foram imigrantes ucranianos que se conheceram no Brasil. Helena passou parte da infância na cidade de Rio Negro, onde fez … Continue lendo

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Patrícia Poeta Pfingstag, jornalista, nasceu em São Jerônimo (RS).

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , | 1 comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Gramática

República dos Bananas

Publicado em Gramática | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Alicetatau

Alice Ruiz analisa a criptodramaturgia de Glerm Soares para o livro de Paulo Leminski. © Gilson Camargo

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Alfatatau

© Glerm Soares

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Flagrantes da vida real

cemitério municipal reina a paz e a calma em todo o território nacional p.leminski © Maringas Maciel

Publicado em Flagrantes da vida real | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Occam que ladra não morde

By Glerm Soares

Publicado em Occam que ladra não morde | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Julio Covello

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Rápidas pinceladas

Publicado em Rapidas pinceladas | Com a tag , , , , | 2 comentários
Compartilhe Facebook Twitter