Arquivo da tag: todo dia é dia

Todo dia é dia

Não quero, dentro de mim, só o tempo a passar, passo a passo. Também quero, passando, o espaço de uma viagem sem fim. Um espaço bonito de olhar, de ouvir, de pegar, de cheirar. Um espaço bonito da gente comer … Continue lendo

Publicado em Coração de Aladim | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

© Lucília Guimarães

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ostras

Publicado em ostras | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ostras Parábolas

Publicado em ostras parábolas | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ostras

Publicado em ostras parábolas | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Pra cada um, um coração Pra cada lágrima uma canção E eu que não sei perdoar Fico petrificada na solidão Porque senão já é bastante E conquanto um belo não Porque a história me fez silente E o amor me … Continue lendo

Publicado em Ticiana Vasconcelos - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

A um instante das estrelas E hei de comê-las com um chá Botar minha calça vermelha E morrer de amor pelo sabiá Cortar fundo a artéria Morrer de dor e espirrar O grave som da miséria O perdão que não … Continue lendo

Publicado em Ticiana Vasconcelos - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Comentários desativados em Todo dia é dia
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Os Mortos

Retícula sobre foto de Ivan Cardoso Sob o pó, cemitério. E, enterrados, os mortos reparam. As flores – não o sentem Se postas na laje (geralmente branca) da fôrma. Reparem o silêncio e dançam sua estranha música de mãos dadas. … Continue lendo

Publicado em Os Mortos | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Coração de Aladim

Quem não sabe como era nunca chega aonde será. Os sinais da primavera não estão onde ela está. Antes da flor, a semente cumpre a dor de germinar. É na escuridão que a gente se prepara pra brilhar. Onde andaram … Continue lendo

Publicado em paulo vitola | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Publicado em Touro Sentado | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Meu tipo inesquecível

Amy Winehouse, Adegão. © Grosby Group

Publicado em meu tipo inesquecível | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Blues e Souza

Vida Obscura Ninguém sentiu o teu espasmo obscuro, Ó ser humilde entre os humildes seres. Embriagado, tonto dos prazeres, O mundo para ti foi negro e duro. Atravessaste no silêncio escuro A vida presa a trágicos deveres E chegaste ao … Continue lendo

Publicado em Blues e Souza | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter