Arquivo da tag: todo dia é dia

Todo dia é dia

© Lucília Guimarães

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Os Mortos

Retícula sobre foto de Ivan Cardoso Sob o pó, cemitério. E, enterrados, os mortos reparam. As flores – não o sentem Se postas na laje (geralmente branca) da fôrma. Reparem o silêncio e dançam sua estranha música de mãos dadas. … Continue lendo

Publicado em Os Mortos | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ostras

Publicado em ostras | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Coração de Aladim

Quem não sabe como era nunca chega aonde será. Os sinais da primavera não estão onde ela está. Antes da flor, a semente cumpre a dor de germinar. É na escuridão que a gente se prepara pra brilhar. Onde andaram … Continue lendo

Publicado em paulo vitola | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Publicado em Touro Sentado | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Meu tipo inesquecível

Amy Winehouse, Adegão. © Grosby Group

Publicado em meu tipo inesquecível | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Blues e Souza

Vida Obscura Ninguém sentiu o teu espasmo obscuro, Ó ser humilde entre os humildes seres. Embriagado, tonto dos prazeres, O mundo para ti foi negro e duro. Atravessaste no silêncio escuro A vida presa a trágicos deveres E chegaste ao … Continue lendo

Publicado em Blues e Souza | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em Mercedes Sosa | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Para Luis Trimano

Los amigos En el tabaco, en el café, en el vino, al borde de la noche se levantan como esas voces que a lo lejos cantan sin que se sepa qué, por el camino. Livianamente hermanos del destino, dióscuros, sombras … Continue lendo

Publicado em Para Luis Trimano | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Poema Mole

Pra mim já não quero nada tanto faz copo de vinho ou água oxigenada. posso comer isso agora ou daqui uma hora ficar aqui, ir embora um canto de bentevi melodioso, amarelo ou um enorme shhhh… tanto faz se em … Continue lendo

Publicado em Nelson Padrella | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Faça propaganda e não reclame

Publicado em Faça propaganda e não reclame | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

©Myskiciewicz minha companheira sumiu enquanto eu estava no banheiro minha companheira mulher danada deu o fora enquanto eu escrevia um poema na privada solda (Da série Poesia em Compota)

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Revista Ideias 157

Travessa dos Editores #Ideias|Novembro 2014

Publicado em Revista Ideias 157 | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Poesia em compota

o grego sólon acreditava que nenhum homem devia ser considerado feliz senão depois de morto eu creio que nenhum homem deve ser considerado feliz antes de morrer de rir Solda

Publicado em Poesia em compota | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter