Arquivo da tag: Um velho anima

Todo dia é dia

Um vento anima os panos e as cortinas oscilam, fronhas de linho (sono) áspero quebradiço; o sol passeia a casa (o rosto adormecido), e em velatura a luz vai desenhando as coisas: tranças brancas no espelho, relógios deslustrados, cascas apodrecendo … Continue lendo

Publicado em Todo dia é dia | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter