Arquivo da tag: Zé da Silva

Zé da Silva

Tenho uma âncora enferrujada aqui dentro. É de uma caravela onde Errol Flynn voou e espetou homens maus. Quero esquecer a dor e cantar para que meus demônios sosseguem um pouco. Pulo a janela do segundo andar porque estou preso … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Vi um enorme saco plástico azul saindo pelo corredor. Fotografei com a mente, porque a câmera estava na mão e, por algum motivo, não apertei o disparador. Há muito tempo alguém me disse isso – e ficou. Em alguns momentos … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Foram duas na orelha. Durante uma vida. Duas pancadas bem dadas. Em ambas ocasiões estava bêbado, mas não caí. O que interessa não é isso, mas a coincidência de as muquetas serem recebidas pelo escutador do lado esquerdo. Se fosse … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Antes de eu esticar as canelas, talvez volte tudo. Na vida real acho que não vai dar. Queima de neurônios. Nos sonhos, sim. Esperei uns 30 anos por isso, mas veio. Primeiro foi minha turma de ginásio. Compareceu em peso, … Continue lendo

Publicado em zé beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Meu amigo está no rosto do neto. Faz mais de trinta anos que não vejo ou falo com ele. Apareceu de repente sem nunca ter saído daqui do reservatório do acalanto. É bom ter isso. Meu amigo tem tanta energia … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva|Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Me chamaram do hospital. O aviso é que ele estava lá na pedra. Pedra é o local para onde vão os que morreram. Na pedra se troca a roupa, faz-se a barba, enfim, prepara-se o morto para o caixão e … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

A navalha na vitrine da pequena tabacaria chamou a atenção. Cabo de osso. Lâmina larga. Um locutor na loja ao lado tentava atrair compradores para roupas usadas. Muita gente na rua andando na faixa esquentada pelo sol. Não pude comprar … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Rasguei a foto. Também joguei fora os óculos. A imagem era pior – e me incomodava. Os óculos foi por causa do “quatro oio” que ouvia no colégio. Nunca reagi. Mudo, as entranhas sendo dizimadas. Mas a fotografia… Era mais … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

A certeza da dúvida é o caminho mais seguro. Dobrei a esquina e fui na direção do cinema. Por algum motivo, achei que precisa trabalhar. Tinha pouco mais de 10 anos. Não faltava nada em casa, mas ao caminhar na … Continue lendo

Publicado em Blog do Zé Beto | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Dobrei a esquina e vi os dois na rua. Um em cada calçada. Cada um com uma bandeira. Verde e amarelo de um lado. Vermelho do outro. Não pensei muito: empalei os dois com seus próprios estandartes e mandei andar … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva|Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Pendurado por ganchos e exposto no açougue da vida, quem não? Muitos, mas estes são privilegiados por não terem dúvidas, não terem alma, funcionarem como o sexo dos animais. Lavou, tá limpo? Vai ver que é isso mesmo e idiotas … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Dei um bico na tampinha de guaraná, ela sumiu num bueiro, e então me veio: “A existência da essência não só fortalece o vazio – destrói o todo”. Tudo parado no meu mundo – e nada mais. Calor abafado. Daria … Continue lendo

Publicado em Zé da Silva | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Minha cueca amarela sumiu. Acho que um dos encostos gostou e levou. Um dia pensei nisso por uns trinta segundos. Mais seria dar poder à coisa. Ele deve estar desfilando por aí, querendo encostar em outro, porque sabe que aqui … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

A mosca estava na sopa. Não tem outra explicação. Sem vergonha eu era. Comia buchada de bode no café da manhã. Jaca mole era sobremesa no almoço e jantar. Vegano agora sou. Dizem que envergano, pois voltei aos tempos de … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Cinco anos depois, a terapeuta revelou a essência. Fala-se tudo, as voltas são enormes, mas sempre se chega ao ponto de partida: pai e mãe. Depois é você o pai ou a mãe – e não entende porque os filhos … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Zé da Silva

Recebi a carta pelo correio. Só havia uma frase. Está tudo bem. Sem remetente. Envelope daqueles com borda verde e amarela. Como pode estar tudo bem, se não conheço quem traçou a linha? A partir daquele momento pensei em todas … Continue lendo

Publicado em Roberto José da Silva - Blog do Zé Beto | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter