Veja-se!

john-lennon

O documentário cobre o período entre 1966 a 1976, uma década fundamental na evolução artística e espiritual de John Lennon, que de grande artista musical torna-se um ativista convicto (e sucessivamente um ícone) contra a guerra. O filme faz um um grande paralelo da trajetória do músico com o governo dos Estados Unidos da mesma época.

É impossível falar na história da música popular no século XX sem falar em John Lennon (1940-1980) e no legado de sua obra com os Beatles e em carreira solo. Mas este documentário aborda uma outra faceta memorável de John: sua vida como ativista político. Entre as décadas de 1960 e 1970 usou sua influência (e sua arte) para contestar as ações do governo dos Estados Unidos, principalmente no que se referia a Guerra do Vietnã. O músico se aliou a líderes de esquerda, passou a apoiar o Movimento dos Panteras Negras e bateu de frente com o presidente Richard Nixon. Lennon chegou a ser perseguido pelo FBI e expulso dos EUA por quase dois anos, mas se manteve fiel às suas convicções, sem nunca deixar de pedir uma chance para paz.

Documentário, David Leaf e John Scheinfeld, 100 minutos, 2006, EUA. IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0478049/

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Veja-se! e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta