Woody Allen

WMB-OS

Woody Allen é a personagem central deste documentário de Barbara Kopple, que acompanha uma digressão européia da banda de jazz do realizador. O jazz é uma paixão que Woody Allen cultiva desde a adolescência, altura em que aprendeu sozinho a tocar saxofone soprano. Teve lições de clarinete com o músico Gene Sedric, mas não consegue ler pautas. Quarenta anos depois, continua a praticar o instrumento todos os dias. A sua banda tocou no Michaels Pub, às segundas-feiras, durante mais de 25 anos. Só deixaram de o fazer porque o espaço encerrou, em 1996. Agora, tocam com frequência no Cafe Carlyle, em Nova Iorque.

Há muito tempo que Woody Allen e Eddy Davis, que toca banjo, pensavam em programar uns concertos para a Europa. Um dia, começaram a fazer contactos. Primeiro fixaram uma data, depois duas, três… Título original: Wild Man Blues. De Barbara Kopple. Com Dan Barrett, Soon Yi Previn, Woody Allen. Documentário,1998, 106 minutos

Sobre Solda

Luiz Antonio Solda, Itararé (SP), 1952. Cartunista, poeta, publicitário reformado, fundador da Academia Paranaense de Letraset, nefelibata, taquifágico, soníloquo e taxidermista nas horas de folga. Há mais de 40 anos tenta viver em Curitiba. É autor do pleonasmo "Se não for divertido não tem graça". Contato: luizsolda@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Woody Allen e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.
Compartilhe Facebook Twitter

Deixe uma resposta