Todo dia é dia

parnaíba-2013-para-poemaRoberto Prado, Íthalo Furtado e Fernanda Veiga, 30º Salão Internacional de Humor do Piauí, Parnaíba. Foto de Vera Solda

Publicado em 30º Salão Internacional de Humor do Piauí, Fernanda veiga, Ithalo Furtado, Parnaíba - Piauí, Roberto Prado, solda cáustico, vera solda | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Todo dia é dia

old-paper-quadrado-beco

Publicado em Cartunista Solda, Descascando cebola, Roberto Prado, solda cáustico, Todo dia é dia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Clic!

cavalar

Publicado em Clic!, Dose cavalar, quem é que faz essas fotos?, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

“Mulherão de Verdade Verdadeira”

trip-fabíolaCuritibana de talento e de brasileiríssima beleza, a atriz Fabíula Nascimento é “toda linda, obra completa, pedaço de mau caminho, como uma letra de um bolero”. As palavras são de Xico Sá, o cronista-fã, que assina o texto do ensaio – e que não poupa adjetivos para este “mulherão de verdade verdadeira”. Fotos de Christian Gaul

Publicado em Cartunista Solda, Fabiula Nascimento, Revista Trip nº 237 - outubro|2014, Sem categoria, Televisão de cachorro | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Veja-se!

dvd-jan-saudekJan Saudek, o fotógrafo vivo mais famoso da República Tcheca é o tema dessa biografia caleidoscópica e muitas vezes chocante feita por seu amigo e colega Adolf Zika. Com um piscar de olhos, Zika narra um drama cheio de vida e labuta de um artista controverso que, embora pouco conhecido no Brasil, desfruta de uma fama internacional ao longo de seus 50 anos de carreira.

Saudek pinta a mão fotografias de tons sépia, deixando-as com uma aparência de século XIX, mas definitivamente usa de uma sensibilidade pós-moderna. Fotografando seus modelos tanto vestidos como despidos, onde ora ele captura momentos de um encanto radiante, e ora de bizarrices excêntricas – os críticos dizem ser libertinagem e amor ao mesmo tempo: uma mulher com um vestido branco de noiva, caminha com duas garotinhas nuas em uma paisagem industrial e sombria. A nobre auréola de um bebê sobressalta-se sobre o ombro de um homem musculoso e nu. Uma contorcionista nua com as pernas cruzadas atrás do pescoço aos pés de um homem vestido sentado em uma poltrona. Três mulheres vestidas como putas tocam instrumentos musicais em uma imagem,  elas aparecem nuas, com expressões levianas e os intrumentos em repouso, como se fossem seus acompanhantes. (IMDb)

Publicado em Adolf Zika, alceu dispor, biografia caleidoscópica, Cartunista Solda, Fotógrafo tcheco, Jan Saudek, nora drenalina, solda cáustico, soruda | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Agenda

II-Sincronicidade

Publicado em agenda, Cartunista Solda, Escola de Arquitetura e Design, nora drenalina, Sincronicidade, solda cáustico, soruda | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Fala, Panga!

GLAUCO-PARA-ORLANDO

Glauco Villas Boas, Jandaia do Sul, 10 de março de 1957, Osasco, 12 de março de 2010.

Publicado em Cartunista Solda, Fala - Panga!, Folha de São Paulo, Glauco Villas Boas, Jandaia do Sul, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Ideias

ideias-outubro-156-escombrosRevista Ideias|156|outubro, 2014|Travessa dos Editores

Publicado em revista ideias, Todo dia é dia, Travessa dos Editores | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Frida Khalo

frida-fábio

Foto: Reprodução/Acervo Frida Kahlo

Na verdade, a vida de Frida Kahlo me impressiona muito mais que a sua obra. Resisto bravamente ao naif. André Breton chegou a qualificar sua obra de surrealista em um ensaio que escreveu para a exposição de Kahlo na galeria Julien Levy de Nova York. Mas ela corrigiu: Pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade.

Ao ver essa fotografia que mostra uma interessante e sensual mulher, pensei naquilo que mais me interessa em Frida Kahlo. Sua vida aventurosa é uma série de doenças, acidentes, lesões e operações que lhe deixaram uma lesão na perna e um apelido, Frida pata de palo. E de relacionamentos tumultuosos na cama em que o muralista Diego Rivera teve papel central.  Mas não único.

Foi em 1928 que entrou no Partido comunista mexicano e conheceu Diego Rivera, com quem se casou no ano seguinte. Sob a influência do marido, adotou zonas de cor amplas e simples, estilo propositadamente reconhecido como ingênuo. Procurou na sua arte afirmar a identidade nacional mexicana, por isso adotava com muita frequência temas do folclore e da arte popular do México.

Kahlo hospedou e teve um caso com Leon Trotski, quando o revolucionário russo se exila no México e onde foi assassinado, episódio narrado magistralmente por Octavio Paz. Esse romance enfureceu Diego, que aceitava abertamente os relacionamentos de Frida com mulheres, mesmo elas sendo casadas, mas não aceitava os casos dela com homens.
Quando Frida descobriu que Diego Rivera mantinha um relacionamento com sua irmã mais nova, Cristina, durante muitos anos, deu-se a revolta. Ela os flagrou em relação sexual. Sua irmã teve seis filhos com Diego e Frida nunca a perdoou.

Frida viveu novos amores com homens e mulheres, mas anos depois se uniu novamente a Diego num casamento ainda mais tumultuado. Frida construiu uma casa igual à dele, ao lado da casa em que eles tinham vivido. Essa casa era ligada à outra por uma ponte, e eles viviam como marido e mulher, mas sem morar juntos.

Durante esse período tentou diversas vezes o suicídio. A morte veio em 13 de julho de 1954. Frida Kahlo contraíra forte pneumonia e foi encontrada morta. Não se descarta a hipótese de que tenha morrido de overdose (acidental ou não), devido ao grande número de remédios que tomava. A última anotação em seu diário diz: “Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar – Frida”.

Fábio Campana|Revista Ideias, outubro, nº 156|Travessa dos Editores

Publicado em Cartunista Solda, Colunistas, Fábio Campana, Frida Khalo, revista ideias, Revista Ideias|Outubro|2014, solda cáustico, Travessa dos Editores | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Quaxquáx!

nóis-by-linaVera Solda, Soruda e Sandra Solda. Rir é o melhor placebo (do latim placere, significando “agradarei”). Foto de Lina Faria, morrendo de rir

Publicado em Cartunista Solda, Gibicon 2, Lina Faria, quaxquáx, Rir é o melhor remédio, solda cáustico, soruda | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Playboy – Anos 70

197005-Jennifer-Liano-111970|Jennifer Liano

Publicado em Cartunista Solda, Coleção Playboy, elas, Jennifer Liano, Playboy - Anos 70, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Meninos, eu vi

Présumé-Coupable_2011

Présumé Coupable (2011) – França, Vincet Garenq. Uma história verídica contundente. Em 2001, Alain Marécaux e sua esposa Edith foram presos em acusações de pedofilia. Atos horríveis que nunca cometeram. Estas acusações a eles e a vários outros provocou um dos escândalos mais perturbadores na moderna história judicial da França e veio a ser conhecido como o caso de Outreau. Um drama conturbador que investiga o sistema judicial corrupto em que Alain passou anos lutando para sair da prisão, limpar seu nome e manter a sua família. Prêmio do Cinema Europeu do Festival de Veneza de 2011. Bah!

Publicado em Cartunista Solda, Cinema francês, Meninos eu vi, Prêmio do Cinema Europeu do Festival de Veneza de 2011, Présumé Coupable, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Mural da História

otto-lara-resende-zé-betoDo blog do Zé Beto

Publicado em Blog do Zé Beto, Cartunista Solda, mural da história, roberto josé da silva, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Olhar

clique-zé-do-fole-2-300sem-títuloFoto de Ricardo Silva

Publicado em Cartunista Solda, Cliques do Zé do Fole, Olhar, Palmeira dos Índios, ricardo silva, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Eleições 2014

aécio-e-dilmaFotos Dozotros

Publicado em Cartunista Solda, Eleições 2014, friends, solda, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Solda

comparsas-2

Publicado em Cartunista Solda, Charge Solda, Eleições 2014, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Fraga

chatos-2

Publicado em Cartunista Solda, Chatos, fraga, José Guaraci Fraga, solda cáustico | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Tchans!

whitney-port-downblouseWhitney Port. TaxiDriver

Publicado em amigos do peito, Don Suelda del Itararé, elas, solda, tchans!, tetas ao léu, Whitney Port - TaxiDriver | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Planta de vidro

cliques-zé-beto-2-300planta-de-vidroFoto de Roberto José da Silva

Publicado em Cliques do Zé Beto, nora drenalina, Palmeira dos Índios, Planta de vidro, roberto josé da silva, soruda, zé beto | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Tchans!

amigos do peitoChadwick-TylerFoto de Chadwick Tyler

Publicado em amigos do peito, Cartunista Solda, Chadwick Tyler, Don Suelda del Itararé, solda, solda cáustico, soruda, tchans! | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário