Desbunde!

esta-bunda-dois

© Myskiciewicz 

Publicado em Desbunde! | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Petistas em polvorosa

© Folha de São Paulo

A imagem que está deixando os petistas em polvorosa: Sérgio Moro numa conversa ao pé do ouvido com Aécio Neves, durante premiação da IstoÉ.

Bem, ninguém ali é réu na República de Curitiba. Ainda.

o antagonista

Publicado em Petistas em polvorosa | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Todo dia é dia

ilha albert

Publicado em todo dia é dia | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Sem teto é isso aí!

sem-teto-e-isso-ai

© Roberto José da Silva

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ferreira Gullar e seu derradeiro adeus

© Luiz Carlos Fernandes

Ferreira Gullar, que morreu neste domingo, foi um artista completo. Gullar tinha qualidades raras, fora do normal mesmo em escritores da sua estatura, como a de teorizar com admirável capacidade não só sobre literatura, como também em outras áreas, como fez até o final, com suas crônicas semanais que traziam profundo esclarecimento sobre acontecimentos políticos e culturais. Ele foi também um dos mais completos críticos de arte – eu já ia escrever “que o pais já teve”, mas o que ele produziu analisando artes plásticas está no nível do melhor que é feito no mundo. Foi poeta, como todo mundo sabe, e neste caso ele não cabe também na medida nativa. Foi universal e o que fez se nivela aos grandes da poesia no mundo.

Gullar foi uma pessoa com quem aprendi bastante, demais mesmo, de extrema importância política também na minha vida pela muito bem fundamentada crítica que vinha fazendo há bastante tempo à esquerda, em seus aspectos históricos, vividos por ele muito de perto, e também nesta chatice cotidiana de tantas batalhas sem sentido que esse pessoal arruma até hoje para nos atrapalhar. Ele viveu bastante e intensamente e deixou tanto de bom que mesmo neste pais desmemoriado há de estar sempre presente.

Conforme soube numa notícia sobre sua morte, ele se foi com a mesma dignidade que demonstrou enquanto esteve por aqui, entre nós. Ao sentir que seu quadro de saúde iria se agravar, ele pediu à sua mulher, a também poeta Claudia Ahinsa, que não fizessem nenhuma intervenção médica. Ele iria acabar sendo entubado, mas pediu que não adiassem o desfecho inevitável. “Se você me ama, não deixe fazerem nada comigo. Me deixe ir em paz. Eu quero ir em paz”, ele pediu. E seu desejo foi atendido. Ferreira Gullar foi grande até no momento da derradeira partida. Brasil Limpeza

Publicado em Ferreira Gullar e seu derradeiro adeus | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ele

© Jan Saudek

Publicado em Ele | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

‘Descumprir decisão judicial é crime ou golpe de Estado’, diz Barros

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

O ministro Luís Roberto Barroso afirmou hoje à Folha que é inadmissível que um cidadão brasileiro descumpra uma ordem judicial.

Nesta terça-feira (6) o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), apoiado pela Mesa Diretora do Senado, se recusou a deixar a presidência da Casa, como determinava liminar de Marco Aurelio Mello, ministro do STF.

“Eu não participo desse julgamento por estar impedido e portanto não quero fazer comentário sobre ele. Porém, falando em tese, diante de decisão judicial é possível protestar e apresentar recurso. Mas deixar de cumpri-la é crime de desobediência ou golpe de Estado”, afirmou.

Publicado em ‘Descumprir decisão judicial é crime ou golpe de Estado’ diz Barros | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Ela

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Sessão da meia-noite no Bacacheri

Poster-Bande

O Bando Das Quatro. Teatro, conspirações, segredos – “La Bande des Quatre” desenvolve-se como “súmula” absolutamente “rivettiana”. Quatro amigas, alunas da mesma escola de teatro, e os encontros com um estranho que as avisa do perigo que corre uma quinta garota, colega delas. Visto de hoje, “La Bande des Quatre” é um filme que faz a ponte entre o Rivette austero e “ensaístico” dos anos 70 e 80, e o dos anos 90, um pouco mais claro e mais fluidamente narrativo. 2h 35mn, direção de Jacques Rivette, 1989, França e Suíça. 

Publicado em Sessão da meia-noite no Bacacheri | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tempo

Vera-Panorama

Vera Solda abre o portão para as Teixeiras, Dóris e Iara, em visita ao Bacacheri. O veículo estacionado é um autêntico Fiat Panorama, ano 82, toca-fitas RoadStar, autorreverse, mais amplificador Tojo. O carro, na família há trocentos anos, recebeu uma revisão geral, lataria e pintura, gentileza de Tiago Recchia, ele mesmo, quando ainda trabalhava na Gazeta do Povo. © Dóris Teixeira

Publicado em tempo | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

2017

ideias-dezembro-2016Revista Ideias|Travessa dos Editores|#182|dezembro 2016

Publicado em 2017 | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Fundo de casa

fundo-de-casa

© Ricardo Silva

Publicado em Fundo de casa | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tchans!

amigos-do-peitomonica-veloso-nua-na-revista-playboy-6Mônica Veloso, revista Playboy. © J.R.Duran

Publicado em tchans! | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Relembre o caso Mônica Veloso, jornalista que foi pivô de escândalo envolvendo Renan Calheiros

monica-veloso-playboy

© J.R. Duran

Senador do PMDB teria recebido recursos do lobista Cláudio Gontijo, da Mendes Júnior, para pagar pensão a filha que teve fora do casamento.

Diretamente relacionada ao processo que será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira, quando a Corte decide se tornará réu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a jornalista Mônica Veloso ficou nacionalmente conhecida pelo envolvimento com o político alagoano e pela presença em capa da revista Playboy em outubro de 2007. Ela teria mantido um affair com o peemedebista.

De acordo com a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), formalizada em 2013, Renan teria recebido recursos do lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, para pagar a pensão a uma filha que teve fora do casamento com a jornalista. Em troca, o senador apresentava emendas que beneficiariam a construtora.

Leia mais
STF decide nesta quinta se Renan se torna réu por receber propina
Mesmo se virar réu, Renan pode não ser punido por prescrição dos crimes
Aécio articula urgência do pacote anticorrupção, mas deixa Renan sozinho

O caso entre Renan e Mônica foi revelado pela Revista Veja em maio de 2007. A capa da publicação mostrava fotos do então proprietário da empreiteira baiana Gautama, Zuleido Veras, o ex-ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, e Renan. Ainda em maio, o empresário e Rondeau haviam sido alvo da Operação Navalha, que investigava o pagamento de propina para a liberação de obras do governo federal.

“O fio das operações anticorrupção já cortou Zuleido e Rondeau e agora chega perto do pescoço de Renan Calheiros, presidente do Senado”, dizia a capa de Veja, em referências às suspeitas de relação entre o peemedebista e o empreiteiro da Gautama, negadas pelo político.

Após a publicação da matéria relevando a relação com a jornalista, Renan defendeu-se das acusações no plenário do Senado, apresentando documentos que, de acordo com ele, comprovavam que as suspeitas não eram verdadeiras. Renan apresentou ao Conselho de Ética do Senado recibos de venda de gados em Alagoas para comprovar um ganho de R$ 1,9 milhão, mas os documentos são considerados notas frias pelos investigadores.

Em meio ao crescente escândalo, a cassação de Renan foi rejeitada no plenário do Senado, em setembro de 2007, por 40 votos a favor, 35 contra e seis abstenções. Para aprovar a perda de mandato, eram necessários pelo menos 41 votos dos senadores.

Em 4 de dezembro de 2007, Renan renunciou à Presidência do Senado como manobra para manter o mandato parlamentar. Ele já estava afastado do cargo desde 11 de outubro. Em nova votação no plenário, os senadores confirmaram a rejeição à cassação do peemedebista, com 48 votos contra e 29 a favor da absolvição, além de três abstenções.

monica-veloso-paulo-liebert-ae

Mônica Veloso – © Paulo Liebert|AE

Relação de Renan com Mônica Veloso

Aproveitando a publicidade provocada pelo envolvimento com o senador, Mônica Veloso posou para a edição de outubro de 2007 da Playboy. No mês seguinte, a jornalista lançou o livro O poder que seduz, contando bastidores de Brasília. A publicação foi dividida em sete capítulos, abordando desde a chegada de Mônica à capital federal até as conversas com políticos em corredores do Congresso. 

Em discursos direcionados aos congressistas e à imprensa, Renan Calheiros negou ter mantido relação com Mônica Veloso.  A jornalista, ao contrário, afirmou que esteve com o político e disse que o caso não era escondido.

Julgamento 

A denúncia contra Renan foi liberada para julgamento pelo ministro do STF Edson Fachin somente em outubro deste ano. A investigação tramitava na Corte desde 2007.

Em novembro de 2016, Renan divulgou nota à imprensa informando que não é réu em nenhum processo no STF. O esclarecimento foi dado em razão do julgamento do Supremo sobre a possibilidade de parlamentares que são réus poderem ou não assumir as presidências da Câmara e do Senado e, portanto, fazerem parte da linha sucessória da Presidência da República. Mesmo com o adiamento oficial da decisão da Corte após um pedido de vista do ministro Dias Toffoli, a maioria dos ministros votou favoravelmente ao veto. Zero Hora

Publicado em Relembre o caso Mônica Veloso - jornalista que foi pivô de escândalo envolvendo Renan Calheiros | Com a tag , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

República dos Renans

desaforo privilegiado renan© Myskiciewicz

Publicado em República dos Renans | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Mural da História

este-ex-tadohumoristas-contra-censura

21 de agosto, 2010

Publicado em mural da história | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

2016

prof-thimpor-1024x443-1

Dia 1º de janeiro de 2017, começa “2016 – Parte Dois”. Com todos os atores e atrizes, canastrões que estão acabando com o Brasil.

Publicado em 2016 | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Em Brasília…

republica-dos-renans-6-12-2016República dos Bananas

Publicado em Em Brasília... | Com a tag , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Mural da História

portaRepública dos Bananas

Publicado em mural da história | Com a tag , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter

Tchans!

daisy-lowe-panty-upskirt-0817170

Daisy Lowe.  © TaxiDriver

Publicado em tchans! | Com a tag , , , , | Deixar um comentário
Compartilhe Facebook Twitter